Aonde Krsna chega tudo muda.


  Uma vez, uma aldeia estava sofrendo. O líder da aldeia veio para Paurnamasi Devi e reclamou: "Na nossa aldeia, as vacas não estão dando leite. Os poços não têm água e, embora chova por toda parte, não chove na nossa aldeia. Não há grama nem há comida suficiente. Tudo está insalubre".

  Paurnamasi-devi perguntou ao aldeão: "Nanda-nandana (Krsna) já chegou à sua aldeia?”
 “Não.”
 “Convide-o.”
 “Por quê? Ouvimos dizer que o caráter de Krsna é muito ruim”.

"Quem te disse isso?"

"Kamsa Maharaja, Canura, Mustika, Sala, Tusala e outros me disseram isso. Eles especificamente me aconselharam a nunca convidar Krsna, dizendo que Ele fará com que minha esposa, minhas filhas e minhas irmãs fiquem loucas. Se Krsna vier, então tudo será perdido”.

  Paurnamasi disse: "Sim, isso é verdade. Este é um conselho muito útil. Mas diga-me, se você ligar para Kamsa Maharaja, ele irá ajudá-lo?”

  O aldeão disse: "Ele nos puniria, pois não pagamos impostos há muito tempo. Ele roubaria nossas vacas, nossas casas e tudo mais”.

"Por que você não pagou impostos?"

"Não temos nada para dar".

"Tudo bem, se você quiser, vá até Nanda Baba e diga a Ele que você agora é seu seguidor e não de Kamsa. Ofereça sua fidelidade a Ele e implore-Lhe que envie Seu filho, Krsna, para sua aldeia”.

  O aldeão seguiu este conselho. Nanda Baba perguntou ao aldeão: "Qual é o seu problema e de sua vila?"

"Nossas vacas não dão leite. Eles estão estéreis. Além disso, os poços estão secos e nunca há chuva. Não há grãos e todos estão pobres e com fome ".

"Por que razão isso aconteceu?"

"Bhagavati Paurnamasi me disse que é porque eu não mostro respeito a você e especialmente ao seu filho. Ela me disse que se eu pedisse para você enviar seu filho para minha aldeia, tudo ficaria bem novamente”.

  Nanda Baba riu. "Meu filho não tem nada. Mas eu o enviarei". Ele chamou Krsna e Balarama. "Kanhaiya. Dau. Venham.” Eles vieram. "Vocês não vão à aldeia dessa pessoa?"
"Não."
"Por que não?"

"Ele tem dúvidas em tudo. Ele não gosta de nenhum dos aldeões. Não é só ele. Todos os aldeões têm idéias e humores ruins”.

  Uma grande reunião foi realizada e foi organizado um bom programa. Mas, onde quer que Krsna vá, Ele não irá sem Suas vacas. Se as vacas, os bezerros e os sakhas não forem, então Ele não irá. Onde quer que Ele vá, as manjaris e as sakhis definitivamente também irão.

  Os aldeões organizaram tudo. Quando Krsna chegou à aldeia, as vacas de lá choraram. Krsna acariciou-as e abençoou-as. Os corações das pessoas mudaram. Os seus corações secos tornaram-se macios e doces. Os poços foram automaticamente preenchidos com água e todos os lugares ficaram verdes. As árvores tinham frutos e todos esqueceram Kamsa.

  A partir desse momento, as pessoas daquela vila cantavam apenas as glórias de Krsna. Eles cantavam pela manhã. Cantavam à tarde. Eles cantavam enquanto cozinhavam. Eles cantavam enquanto ofereciam. Todos mudaram. Quando há um relacionamento com Krsna, o coração não pode permanecer seco e semelhante a uma pedra.

Relato de Sripad Premananda Prabhu (02 Jan 2015, Vrindavan)