Srila Prabhuapada é uma gopi.

  Em muitos anos de profunda relação pessoal com Srila Gour Govinda Maharaj, eu vi ele executar muitos passatempos em Bombaim, Bhubaneswar e Mayapur. 
    Uma certa vez, poucos meses depois do desaparecimento de Srila Prabhupada, um casal de irmãos espirituais visitou nossa pequena cabana de barro em Bhubaneswar. Nós estávamos juntos falando sobre Srila Prabhupada e o assunto se transformou em qual era a rasa de Srila Prabhupada. Alguns irmãos espirituais disseram, uma vez que ele parou de escrever o Srimad Bhagavatam durante o passatempo do Senhor Brahma roubando os vaqueirinhos, que Srila Prabhupada poderia ser um vaqueirinho. Eu mencionei um passatempo que eu ouvi sobre Srila Prabhupada quando ele foi perguntado “Srila Prabhupada você é um vaqueirinho? Pelo seu humor, parece que você é um vaqueirinho” e Srila Prabhupada respondeu “Eu não sei o que eu sou, mas eu gosto dos vaqueirinhos”.
    Então nós estávamos falando como Srila Prabhupada fez as deidades de Krishna Balarama e como ele amava Vrndavana e ele geralmente dizia que ali era seu parque de diversões. Portanto todos nós chegamos a conclusão que Srila Prabhupada era um vaqueirinho.
     Durante toda esta conversa Srila Gour Govinda Maharaja não disse nada. Ele sentou gravemente e ouviu. Quando nós chegamos a nossa tola conclusão ele levantou e corrigiu nossa tolice: “O que é que vocês estão dizendo?”.
     Ele falava em um tom de descrença total. “Srila Prabhupada é um vaqueirinho?”
    Novamente ele questionou nossa conclusão com um tom de choque e espanto. Balançando sua cabeça e fazendo um som de tsk, tsk e balbuciando “Não, não, não”. Ele finalmente olhou para todos nós gravemente e começou a falar com uma voz clara. “Não, não, ele não é um vaqueirinho”. Então abrindo bem seus olhos e falando em um sussurro místico ele disse: “Srila Prabhupada é uma gopi!”. Srila Goura Govinda Maharaj disse que nós não estamos qualificado para saber os detalhes da rasa de Srila Prabhupada e é por isso que ele nunca nos contou.
    Eu estava surpreso e convencido por nada mais, que essa afirmação sem qualquer outra evidência a não ser ele dizendo, porque quando ele afirmou você podia sentir o poder de um devoto puro falando Sabda Brahman e eu sabia que isto é o fato que Srila Prabhupada é uma Gopi.
     Uma vez que isso foi perto de quando Srila Prabhupada tinha acabado de nos deixar, eu não podia entender que ele devia ter recebido este conhecimento quando Srila Prabhupada estava em Bhubaneshwara. Eu me lembro que Srila Prabhupada geralmente falava a todos para deixar o quarto e então ele podia ter assuntos privados com Srila Goura Govinda Maharaj. Quando Srila Goura Govinda Maharaj deixava o quarto eu via ele brilhando muito refulgente. Eu pensava na época, “Uau, ele deve ter ganhado alguma misericórdia poderosa de Srila Prabhupada. Agora, eu posso entender que a misericórdia que ele estava ganhando era o darshan de Srila Prabhupada em sua forma de Gopi.
     Mais tarde, Srila Goura Govinda Maharaj me deu mais detalhes sobre a relação espiritual de Srila Prabhupada para com Srila Saraswati Thakura em sua forma de manjari, que serviço especial eles fizeram juntos, etc. Isto tudo foi dado para ele por Srila Prabhupada em Bhubaneshwara quando Srila Prabhupada estava lá em janeiro de 1977. Srila Prabhupada não podia dar esse conhecimento para qualquer um dos seus discípulos ocidentais, uma vez que eles não eram qualificados para entender tal coisa.

Relato de Sripad Bhaktivedanta Bhagavat Maharaja

 

Por que não nos lembramos de nossa vida anterior?

Krishna responde:
   "Ao passar do corpo atual para o próximo corpo criado por seu próprio karma, a entidade viva absorve-se nas sensações agradáveis e dolorosas do novo corpo e esquece por completo a experiência do corpo anterior." Bhag 11.22.39.






Srila Visvanatha Cakravarti Thakura diz que mediante o poder místico de jati-smara alguém pode se lembrar de seu corpo anterior, confirmando o ditado:"a exceção confirma a regra".

A mente passa de um corpo para o outro?


Krishna responde:
   "A mente material viaja de um corpo para o outro. Embora diferente dessa mente, a alma espiritual a segue." Bhag 11.22.37.
 
  Com a morte a mente é arrancada dos objetos de sua experiência imediata e entra em outro corpo para experimentar um novo conjunto de objetos dos sentidos. Porque a mente sofre uma reorientação total, ocorre uma perda aparente de sua mentalidade anterior e a criação de uma nova mente , embora de fato seja a mesma mente que está experimentando, mas de modo diferente. (Hridayananda Maharaja)

Por que o o Senhor ou Seus representantes falam em termos esotéricos ou indiretos?

Como o Senhor afirma no Bhagavad-gita, naham prakashah sarvasya: o Senhor não Se deixa ser tomado de forma barata, e por isso Ele não se manifesta a pessoas superficiais ou hostis. Ele é raja-guhyam, o ,mais confidencial de todos os segredos.

Quando o ser humano consegue distinguir o bem do mal?


Segundo Srila Madhvacarya, seres humanos acima de 14 anos são considerados capazes de distinguir entre o bem e o mal e por isso são responsáveis por suas atividades piedosas e pecaminosas. Os animais, estando imersos em ignorância, não podem ser censurados por suas ofensas, nem louvados por suas ditas boas qualidades, que em última analise, surgem todas da ignorância.

Para quem é indicado o caminho da devoção?

"Se, de algum modo ou de outro, alguém por boa fortuna desenvolve fé em ouvir e cantar Minhas glórias, tal pessoa, que não está nem muito desgostosa da vida material, nem muito apegada a ela, deve alcançar a perfeição através do caminho da devoção amorosa a Mim". Bhag 11.20.8

Quais os caminhos que conduzem a elevação?

Krishna responde: O caminho do conhecimento, o caminho do trabalho e o caminho da devoção. Não existe outro meio para a elevação. Bhag. 11.20.6

Sri Sudarshana Chakra: a arma de Sri Vishnu.

   A Sudarshana , “bela visão”, é a principal arma e símbolo do Senhor Vishnu usada para destruir demônios, mas longe de ser simplesmente uma arma é símbolo da manutenção do universo e da proteção dos justos e é representada como um deidade as vezes até com culto próprio (apesar de sempre vinculado ao culto a Vishnu). O Ahirbudhnya Samhita cita a Sudarshana como Kriya Shakti de Vishnu.

   Na sua forma personificada Sudarshana é representado como um jovem com 4 a 32 braços carregando armas divinas e sobre o fundo de uma roda sobre uma estrela de seis pontas.

   Os mantras e cerimônias de sacrifício feito para Sudarshana são muito poderosos e populares além de seus kavachas (mantras-escudo), usados em exorcismos e na proteção em geral.
   Geralmente o Sudarshana é visto no topo do templo de Vishnu no norte da Índia e em altares separados para ele em templos do sul. Uma chakra muito famosa também é a Nilachakra encima do templo de Sri Jagannatha na cidade santa de Puri, que é representada como um pilar de madeira do lado esquerdo da deidade de Jagannatha.

   Uma curiosidade: a atual dinastia que reina na Tailândia se chama dinastia Chakri por causa da Sudarshana e o rei é Rama IX.
Banho da sudarshana em templo vaisnava