Por que não comer alho e cebola?


   

A seguinte história foi contada por Sripad Madhava Maharaja:
    Na Satya-yuga, os sábios executavam sacrifícios gomedha (vaca) e asvamedha (cavalo) para o bem-estar de todo o universo. Uma vaca e um cavalo velhos eram sacrificados sendo cortados em pedaços e colocados no fogo. Posteriormente, os rsis (sábios) proferiam mantras e o mesmo animal voltava à vida em um belo e jovem corpo.
   Certa vez, a esposa grávida de um sábio que estava prestes a executar o sacrifício gomedha teve um forte desejo de comer. Ela ouviu que se durante a gravidez a pessoa tivesse desejo de comer e tal desejo não fosse atendido, o bebê recém-nascido teria saliva saindo de sua boca constantemente. Isso seria desagradável para a mãe e para a criança.
   A esposa do sábio teve um forte anseio por comer carne, e secretamente pegou um pedaço de carne do corpo da vaca oferecida em sacrifício. Ela escondeu esse pedaço e planejava comer rapidamente. Mais tarde, quando o sábio estava terminando o sacrifício e proferindo os mantras para que a vaca voltasse à vida, notou que faltava um pequeno pedaço no lado esquerdo. Ele ficou surpreso porque isso nunca havia acontecido. Em meditação, o sábio realizou que sua esposa havia pegado um pedaço de carne durante o sacrifício.
   Devido ao efeito dos mantras proferidos pelo sábio, havia vida no pequeno pedaço de carne. A esposa entendeu o que aconteceu e rapidamente o jogou para longe. Logo em seguida brotaram lentilhas vermelhas do sangue da carne, alhos brotaram dos ossos e cebolas e cenouras brotaram da carne. Por isso, esses alimentos nunca são consumidos por um Vaisnava. Eles são alimentos no modo da ignorância.

[Um devoto pode perguntar, “Por que nosso Prabhupada, Srila Bhaktivedanta Swami Maharaja, permitiu que cenouras fossem consumidas se elas são tão ruins?". A resposta foi gentilmente dada por ele mesmo, em 1969, em Boston. Ele disse:” Se eu contasse a vocês todas as regras e regulações agora, vocês desmaiariam. Então por agora, sigam as regras que eu dei e façam um balanço cantando Hare Krsna”. Ele também frequentemente dizia que estava seguindo a linha de direção dada por seu Guru Maharaja; ou seja, induziu os Ocidentais a primeiro cantar Hare Krsna, e à medida em que eles se tornassem mais e mais estabelecidos nessa prática, as regras e regulações viriam gradualmente.]

[Os cientistas americanos descobriram em seus laboratórios que há 21 tipos diferentes de venenos na cebola e no alho; então esses não são alimentos inofensivos.]